“Não há cura para o NASCER e o MORRER, a não ser SABOREAR o intervalo”.


OLÁ! SEJAM BEM VINDOS! VOLTEM SEMPRE!

Pesquisar este blog

Carregando...
IMPORTANTE: AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE SITE TEM CARÁTER INFORMATIVO E NÃO SUBSTITUEM AS OPINIÕES, CONDUTAS E DISCUSSÕES ESTABELECIDAS ENTRE MÉDICO E PACIENTE.

NOTICIAS DA HORA.

Loading...

quarta-feira, 18 de maio de 2011

CURA DA MICROANGIOPATIA CEREBRAL.


Glioses possuem alguns sinônimos como: microangiopatia isquêmica, ateroesclerose cerebral, doença ateroesclerótica cerebral.
Gliose é uma alteração da substância branca do cérebro evidenciada na ressonância magnética por lesões hiperintensas (esbranquiçadas) nas sequências FLAIR, geralmente proveniente de microangiopatia cerebral (doença de pequenos vasos do cérebro). Ela é decorrente de doença ateroesclerótica (formação de placas de ateroma na parede das artérias) de pequenos vasos.
Alguns fatores de risco são bem conhecidos, como tabagismo, alcoolismo, colesterol alto, obesidade, sedentarismo, hipertensão, diabetes e outras doenças que acometem vasos (vasculites, doenças reumáticas como Lupus). Existem outras doenças que podem cursar com gliose no SNC: Cadasil, p.ex., é uma doença hereditária (familiar) que cursa com essas alterações em pessoas em idade mais jovem. Estudos têm demonstrado que essas lesões também podem ocorrer com maior freqüência em pessoas portadoras de transtornos psiquiátricos, dentre eles o transtorno bipolar, a esquizofrenia, as depressões crônicas e a dependência química. Outros estudos já associaram também esses achados à enxaqueca.
A maior parte dos casos são assintomáticos, ou seja, a pessoa não sente nada ou o que sente não pode ser relacionado às glioses. Mas a simples presença delas indica a necessidade de algumas medidas preventivas, como combater o sedentarismo, controlar o colesterol, reduzir o uso de substâncias químicas como tabaco e álcool, controlar bem a pressão e os níveis de glicose no sangue, evitar o estresse, dentre outras medidas, como hábitos saudáveis de vida. Isto porque, com o avançar da idade, as glioses podem se transformar em um problema maior.
O número de lesões, sua localização, a idade do paciente e outros fatores relacionados ao envelhecimento cerebral podem predispor o paciente com glioses a uma doença degenerativa cerebral, como a demência vascular. É importante frisar que nem todo o paciente desenvolverá demência e que o diagnóstico de demência deve ser, antes de tudo, clínico. É preciso avaliar as funções cognitivas, como memória e atenção, para saber se aquela pessoa tem ou não demência.
O mais comum, porém, é o paciente com gliose ter alguma perturbação do humor, seja ela pre-existente ou consequência das glioses. Já atendi pacientes que não tinham os fatores de risco que citei, que não tinham doenças clínicas que justificassem as glioses, mas que possuíam uma história de depressão e transtono de humor ao longo da vida.
O termo “depressão vascular” tem sido utilizado para esses casos. Os pacientes podem evoluir com sintomas depressivos e ansiosos (crônicos), irritabilidade, intolerância, com algum grau de impulsividade. Em geral esses pacientes têm glioses na substância branca do lobo frontal em quantidade moderada a alta. O quadro é mais exuberante quando existem glioses nos núcleos da base, como o núcleo caudado. Outros sintomas que podem ocorrer são tremores, perda de equilíbrio e dores de cabeça.
É importante que o paciente procure um psiquiatra para uma avaliação e tratamento. A depressão vascular tem algumas peculiaridades, uma delas o fato de não responder bem a antidepressivos, mas existem outros medicamentos capazes de controlar os sintomas e devolver a qualidade de vida aos pacientes.
Outro aspecto crucial e de caráter preventivo é a preocupação com a neuroproteção, ou seja, estar atento para os riscos de um envelhecimento cerebral mais acelerado e para a ocorrência de demência. O paciente deve ser acompanhado evolutivamente quanto às suas funções cognitivas, como memória e atenção, para iniciar precocemente uso de medicamentos neuroprotetores e anti-oxidantes que o protejam melhor de uma doença degenerativa.
É importante que o paciente procure um psiquiatra para uma avaliação e tratamento do quadro, que melhora muito com os medicamentos. Esse paciente deve também ser acompanhado evolutivamente quanto às suas funções cognitivas.
 Dr. Leonardo Figueiredo Palmeira.

6 comentários:

  1. LUIZ CARLOS SWINERDseg jan 02, 06:44:00 PM 2012

    tenho 56 anos e após uma tomografia de cranio os resultados apresentaramdiscreta redução do coeficiente de atenuação da substancia branca periventricular, coroa radiada e centros semi-ovais.o aspecto pesar de inespecifico, nesta faixa etária, sugere alterações glióticas secundárias a microangiopatia/ ventriculos laterais centrados, simétricos e de dimensões normais / calcificações vasculares / cerebelo isodenso / iv ventrículo normal / cistrenas basais anatômicas.....a coisa de de 4meses acordei c a visão esquerda muito fraca e fui aooftalmo e me disse ter tido um derrame, fui novamente ao oftomolog. e ele disse que o derrame havia secado e q achava estranho pois a situação seria o contrário pois haviam alguns pontos sem vascularização sanguínea. agora com este resultado que tive da tomografia comp. vejo uma triste realidade : o alzimer , e a cegueira... @ perguntas: !)há cura para a cegueira ( esta aumentando rapidamente)? 2) meu pai teve alzimer apesar de ser diretor das centrais elétricas do norte do brasil além de engenheiro pelo IME e p/ ITA com a mente beirando a genialidade segundo seus amigos;tenho pressão um pouco alta mas uso remedios e d.meltus 1 para a qual nunca dei importancia há 6 anos.e estou exposto a uns 6 a 7 anos a stress motivados por ex mulher doentia e agressiva , a perdas de bastante dinheiro em um negocio de compra de area p const. de condominio ( sou arquiteto) e perda de valores de quase 800000,00 em findos da vale e da petrobrás em 2008/9. sempre fui muito forte acima da média e mesmo aos 54 de quando fui acometido de hérnia na coluna cervical por stress e fui operado e parei até hoje minhas atividades esportivas completamente,eu era o cara da academia pois todos ficavam espantados com minha capacidade fisica e nunca usei produtos para melhorar performance.agora c este laudo preciso de opiniões p que eu possa contaatacar esta doença sem me deprimir ou fraquejar! ALGUEM PODE ME AJUDAR?

    ResponderExcluir
  2. Tenho 59 anos, faço tratamento psiquiátrico, sinto um zumbido na cabeça do lado direito, como se fosse mil grilos cantando. Falei com o nuerolgista que passou uma ressonância magnética e deu: "focos esparsos de hiperintensidadede sinal nas sequências ponderadas em T2 da substância branca dos profunda dos lobos frontais, de aspectos inespecíficos, podendo estar relacionado a alteração decorrentes de microangiopatia isquêmica." o que isso quer dizer?

    ResponderExcluir
  3. Minha mãe tem 75 nos sempre foi uma mulher ativa, há um ano e oito meses notei uma mudança de comportamento e imediatamente levei-a ao medico psiquiatra, Neuro e otorrino, agora vou ao vascular, ela sente uma depressão forte, não tem vontade de sair, meu pai fala pouco com ela, mas eu estou sempre lá e temos uma ajudadora, hj tirei eletrocardiograma e os médicos disseram que o coração esta bem, gostaria de saber se existe algum remédio novo ou tratamento que possa fazer, minha mãe é tudo na minha vida, por favor me ajudem
    PS: Ela tem alguns esquecimentos

    ResponderExcluir
  4. OI IVY, CREIO QUE O PRINCIPAL É REVER COM O ESPECIALISTA A MEDICAÇÃO ANTIDEPRESSIVA.
    A HIDROTERAPIA PODERÁ AJUDÁ-LA, MUITO.
    PROCURE SAIR COM ELA, IR A LUGARES ONDE ELA GOSTAVA OU GOSTARIA DE IR, É PRECISO INCENTIVAR, CRIAR NECESSIDADES P/QUE ELA CONSIGA SAIR DE CASA, E ISTO PODE AJUDAR TBEM A SAIR DESTA.
    VOCE PODERÁ AJUDÁ-LA MELHOR, SE INVESTIGAR O QUE A LEVOU À DEPRESSÃO. SEI QUE NA IDADE DELA ÍSTO PODE SER DIFICIL, ENTAO UM TERAPEUTA.

    IVY, ESPERO QUE DE TD CERTO.
    ME ESCREVA SEMPRE QUE VC PUDER/QUISER.

    MEU ABRAÇO, COM CARINHO.
    FICA COM DEUS,

    ESTER.

    ResponderExcluir
  5. Minha mãe tem 73 anos e desde o mes de maio de 2012 foi diagnostica com encefalopatia microangiopatica. Gostaria de saber se tem tratamento, se a cirurgia pode reverter , se ela vai ter uma vida normal, pois esta na cardeira de rodas e tem lapsos de memoria.

    ResponderExcluir
  6. Ola meu nome é Catia Alves,minha mãe tem 73 anos e desde o mes de maio de 2012 foi diagnostica com encefalopatia microangiopatica. Gostaria de saber se tem tratamento, se a cirurgia pode reverter , se ela vai ter uma vida normal, pois esta na cardeira de rodas e tem lapsos de memoria. Me confundi e enviei sem informar meu e-mail. catialvesilva2@gmail.com por favor me responda o mais breve possivel pois o problema e esta se agravando e ela esta aguardando na fila de espera do hospital.

    ResponderExcluir

esterfeliz12@yahoo,com.br

Loading...

Como desenvolver a autoestima, ganhar confiança e viver com mais entusiasmo.

Paixão, entusiasmo, alegria, esperança e tantas outras emoções positivas são o combustível para uma vida plena de EROS, essa energia magnífica que pode destruir, mas que principalmente pode ampliar.

Mais do que nunca se sabe que as doenças físicas e mentais estão profundamente associadas a fatores biológicos e psicossociais. Portanto, é importante aprender, ou melhor, reaprender a se conectar com o novo, como uma maneira de se atualizar sempre no seu desejo e na maneira de sentir e absorver o mundo que nos cerca.

Posso destacar aqui uma maneira muito simples e quase óbvia, mas que raramente usamos em nosso proveito que são nossos órgãos dos sentidos, pois é através dos órgãos sensoriais que as mensagens de prazer entram em nossa vida,estimulando o desejo.

Por que falar de desejo quando eu quero falar de autoestima, felicidade, estar de bem consigo mesmo ou mesma? Por que reconhecer o seu próprio desejo e satisfazê-lo é o alimento que a alma precisa para dar estrutura ao Ego para suportar os reveses da vida sem ser derrubada por eles.

Usar a visão para olhar o que é belo,ouvir uma música com o coração e a memória, saborear a vida e o bolo de chocolate sem culpas, acariciar e abraçar para se arrepiar; e dessa maneira abrir seus próprios canais de conexão com o mundo e com seus próprios desejos.

É necessário assumir seus prazeres e necessidades, entendendo e aceitando a diversidade em todos os sentidos, com respeito pela própria natureza e pela dos outros. Ser inteiro e a cada dia se reconhecer e se validar, hoje o gozo, amanhã choro, acerto e erro, tendo coragem e medo.

Luz e sombra fazem o todo e aceitar-se assim e se permitir sentir e viver todos os seus desejos e se encontrar com seu próprio EU, aquele que a gente muitas vezes esconde da gente mesma por conta das obrigações e responsabilidades.

Fazer a cada dia um novo dia, em anseios e respostas, abdicando das fórmulas prontas que muitas das vezes está calcada não nos desejos e experiências, atuais, mas sim em dificuldades e medos ultrapassados e sem sentido no hoje, no aqui e agora.


Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Participe e Divulgue. Para ser doador de órgãos, fale com sua família e deixe clara a sua vontade, não é preciso deixar nenhum Documento. Acesse www.doevida.com.br e saiba mais. Divulgação: entre em contato comcomunicacao@saude.gov.br At.Ministério da saúde. Siga-nos: www.twitter.com/minsaude

DOE SANGUE

DOE SANGUE

VISITAS

free counters
CONTATOS, email:esterfeliz12@yahoo.com.br

Postagens populares

Os Imprescindíveis.

Há homens que lutam por um dia e são bons.

Há outros que lutam por um ano e são melhores.
Há outros, ainda, que lutam por muitos anos e são muito bons.
Há, porém, os que lutam por toda a vida,
Estes são os imprescindíveis.

Bertolt Brecht.

Loading...
Loading...