“Não há cura para o NASCER e o MORRER, a não ser SABOREAR o intervalo”.


OLÁ! SEJAM BEM VINDOS! VOLTEM SEMPRE!

Pesquisar este blog

Carregando...
IMPORTANTE: AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE SITE TEM CARÁTER INFORMATIVO E NÃO SUBSTITUEM AS OPINIÕES, CONDUTAS E DISCUSSÕES ESTABELECIDAS ENTRE MÉDICO E PACIENTE.

NOTICIAS DA HORA.

Loading...

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Diferença de angina pectoris e infarto do miocardio.

O INFARTO DO MIOCÁRDIO (IAM) é uma das principais causas de morte nos países industrializados sendo que 60% das mortes, ocorrem na primeira hora do evento devido à Fibrilação Ventricular, um arritmia cardíaca grave que, se não diagnosticada e tratada precocemente, evolui para o óbito.
O QUE É UM INFARTO DO MIOCÁRDIO?
O Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), se caracteriza pela interrrupção total do fornecimento de sangue a determinada região do coração, provocada pela obstrução dos vasos sangüineos que irrigam esta referida região( artérias coronárias) seja por espasmo(contração) do vaso, seja por um coágulo formado pela ruptura de uma placa de gordura que obstrui um vaso. Nesta situações, o fornecimento de oxigênio e outro nutrientes necessários, levados pelo sangue, é interrompido, provocando sofrimento das células, traduzindo-se em dor.
QUAL A DIFERENÇA ENTRE ANGINA E INFARTO?
Resumidamente, a Angina caracteriza-se pela interrupção parcial da irrigação de sangue no coração enquanto que no Infarto a interrupção do fornecimento de sangue é total. Assim, o IAM deixa normalmente sequelas além do risco de vida ser maior, enquanto que a Angina não deixa sequelas a curto prazo.
EM QUE SITUAÇÕES PODE OCORRER?
Ocorre mais frequentemente durante os exercícios ou 'stress' emocional, pois nestas situações a frequência cardíaca (número de batidas do coração) e a pressão arterial aumentam e o coração necessita de mais oxigênio. O suprimento de sangue para o músculo cardíaco é feito pelas artérias coronárias. Modificações nesse suprimento geralmente causadas por algum entupimento nas artérias coronárias podem lhe causar problemas.
QUAIS SÃO OS FATORES DE RISCO?
Os principais são: Tabagismo, Diabetes Mellitus, Obesidade, Hipertensão Arterial, Sedentarismo, Stress, Heditariedadade( pesoas na família que sofrem da doença), Dislipidemias( aumento da taxas de gordura no sangue). Ver Cartilhas da saúde.
QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS SINTOMAS DO IAM?
Dividiremos para melhor compreensão, os sintomas em 05 tipos, que podem ou não, estar associados:
a) Sintomas clássicos: dor na região precordial (região anterior e esquerda do tórax) ou no meio do peito(retroesternal), em sensação de aperto, queimação, pressão ou peso, com intensidade variável, prolongada (acima de 30 minutos) e que não melhora com o repouso ou o uso de medicação específica(nitrato) por via sublingual;
b) Sintomas associados: naúseas, vômitos, dispnéia(cansaço), sudorese fria, palidez, fraqueza;
c) Sintomas atípicos:IMPORTANTE!!!: são sintomas que simulam outras doenças: dor ou desconforto nos braços, pescoço, dorso(costas) e mandíbulas(queixo), 
palpitações(sensação das batidas do coração); dor epigástrica("boca do estômago", e azia simulando gastrite e úlcera (encontrado com certa freqüência);
d) Sem sintomas(assintomáticos): principalmente em idosos e diabéticos, manifestando-se através de síncope(desmaio), sintomas e agravamento de Insuficiência cardíaca, AVC, "indigestão";
e) Parada Cardio-Respiratória(PCR): provocando morte súbita.
QUAIS AS DIFERENÇAS DE SINTOMAS ENTRE ANGINA E INFARTO?
Os sintomas normalmente são os mesmos; a grande diferença é que no caso da Angina, a dor é temporária (no máximo 30 minutos) e cede normalmente com o repouso e o uso de medicação sublingual (nitratos).
QUAIS SÃO OS CUIDADDOS INICIAIS QUE UM LEIGO PODE OFERECER
A UMA PESSOA COM SUSPEITA DE IAM OU ANGINA?
a) deixá-lo em repouso e em local ventilado;
b) folgar as suas roupas;
c) tranquilizá-lo;
d) usar nitrato por via sublingual, se disponível, se o paciente já fizer uso ou tiver história de Angina;
e) removê-lo, com brevidade(sem pânico), para um hospital;
f) nos casos de reconhecimento de PCR( Parada Cardio-Respiratória) seguir orientações do SBV (Suporte Básico de Vida).
COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?
Os médicos podem chegar ao diagnóstico de Angina ou IAM , pela descrição dos sintomas sentidos, tendo a sua confirmação através de alguns exames. Algumas vezes, apesar do diagnóstico de Angina, o eletrocardiograma de repouso é normal, por isto o seu médico pode solicitar um teste de esforço para confirmação diagnóstica. Neste teste é feito exercício em bicicleta ou esteira para aumentar as necessidades de sangue e oxigênio. Seu médico ainda poderia solicitar exames como uma cintilografia miocárdica. Se for necessário o conhecimento da anatomia de suas coronárias, seu médico recorrerá a um cateterismo cardíaco . A escolha dos exames depende de alguns fatores, como gravidade dos sintomas e dos exames prévios, idade e patologias associadas.
COMO É FEITO O TRATAMENTO?
Existem três formas de tratamento: o tratamento clínico, a angioplastia coronária e a cirurgia de revascularização miocárdica.
Tratamento clínico
Consiste no uso de certas medicações com ação vasodilatadora sob a frequência cardíaca, que reduzem o grau de isquemia miocárdica, como os nitratos, os bloqueadores dos canais de cálcio e os betabloqueadores. O nitrato sublingual é o que age mais rápido em até dez minutos a dor deve desaparecer. Caso isto não aconteça, procure o mais breve possível um serviço de emergência. Se as crises de angina persistirem, apesar da medicação, ou se as obstruções nas artérias coronárias forem muito graves, poderão ser indicadas a angioplastia coronariana ou a cirurgia de revascularização miocárdica.
ANGIOPLASTIA CORONÁRIA
Consiste em , um procedimento semelhante a uma cinecoronariografia, dilatar a lesão da coronária com um cateter especial, com um ' balaozinho' na ponta, que quando inflado esmaga a placa de ateroma contra a parede da artéria desentupindo-a.
Cirurgia de revascularização miocárdica
Uma veia é retirada da perna que é colocada sobre a artéria entupida, ultrapassando o local do bloqueio(pontes de safena). Um tipo de ponte especial poderá ser feita utilizando-se uma artéria chamada mamária interna.
O QUE VOCÊ PODE FAZER PARA SE AJUDAR?
Se você tem o diagnóstico de angina evite situações nas quais ela normalmente aparece e informe o seu médico sobre modificações ou aparecimento de novos sintomas. Alguns hábitos devem ser modificados: você deve abandonar o fumo, controlar a sua dieta e o seu colesterol e, ainda controlar a hipertensão arterial. Se você não possui nenhum deste fatores agravantes fique vigilante, através de consultas e exames periódicos orientados por seu médico.
Por fim, se você apresentar dor no peito prolongado, ou seja, por mais de trinta minutos, procure com brevidade um serviço de emergência, pois isto pode reverter um possível infarto do miocárdio através do uso precoce de medicamento trombolítico.
Fonte: www.sopami.org.br

3 comentários:

  1. Muito bem explicado o que são e as diferenças entre angina e infarto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. muito bom essa expicação estao de parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Excelente explicação, estava com várias dúvidas e hoje iremos ao médico para saber exatamente o que está acontecendo, mas por horam me esclareci bem. Obrigada

    ResponderExcluir

esterfeliz12@yahoo,com.br

Loading...

Como desenvolver a autoestima, ganhar confiança e viver com mais entusiasmo.

Paixão, entusiasmo, alegria, esperança e tantas outras emoções positivas são o combustível para uma vida plena de EROS, essa energia magnífica que pode destruir, mas que principalmente pode ampliar.

Mais do que nunca se sabe que as doenças físicas e mentais estão profundamente associadas a fatores biológicos e psicossociais. Portanto, é importante aprender, ou melhor, reaprender a se conectar com o novo, como uma maneira de se atualizar sempre no seu desejo e na maneira de sentir e absorver o mundo que nos cerca.

Posso destacar aqui uma maneira muito simples e quase óbvia, mas que raramente usamos em nosso proveito que são nossos órgãos dos sentidos, pois é através dos órgãos sensoriais que as mensagens de prazer entram em nossa vida,estimulando o desejo.

Por que falar de desejo quando eu quero falar de autoestima, felicidade, estar de bem consigo mesmo ou mesma? Por que reconhecer o seu próprio desejo e satisfazê-lo é o alimento que a alma precisa para dar estrutura ao Ego para suportar os reveses da vida sem ser derrubada por eles.

Usar a visão para olhar o que é belo,ouvir uma música com o coração e a memória, saborear a vida e o bolo de chocolate sem culpas, acariciar e abraçar para se arrepiar; e dessa maneira abrir seus próprios canais de conexão com o mundo e com seus próprios desejos.

É necessário assumir seus prazeres e necessidades, entendendo e aceitando a diversidade em todos os sentidos, com respeito pela própria natureza e pela dos outros. Ser inteiro e a cada dia se reconhecer e se validar, hoje o gozo, amanhã choro, acerto e erro, tendo coragem e medo.

Luz e sombra fazem o todo e aceitar-se assim e se permitir sentir e viver todos os seus desejos e se encontrar com seu próprio EU, aquele que a gente muitas vezes esconde da gente mesma por conta das obrigações e responsabilidades.

Fazer a cada dia um novo dia, em anseios e respostas, abdicando das fórmulas prontas que muitas das vezes está calcada não nos desejos e experiências, atuais, mas sim em dificuldades e medos ultrapassados e sem sentido no hoje, no aqui e agora.


Campanha Nacional de Doação de Órgãos. Participe e Divulgue. Para ser doador de órgãos, fale com sua família e deixe clara a sua vontade, não é preciso deixar nenhum Documento. Acesse www.doevida.com.br e saiba mais. Divulgação: entre em contato comcomunicacao@saude.gov.br At.Ministério da saúde. Siga-nos: www.twitter.com/minsaude

DOE SANGUE

DOE SANGUE

VISITAS

free counters
CONTATOS, email:esterfeliz12@yahoo.com.br

Postagens populares

Os Imprescindíveis.

Há homens que lutam por um dia e são bons.

Há outros que lutam por um ano e são melhores.
Há outros, ainda, que lutam por muitos anos e são muito bons.
Há, porém, os que lutam por toda a vida,
Estes são os imprescindíveis.

Bertolt Brecht.

Loading...
Loading...